Dicas para famílias e educadores

Veja as noções importantes que as crianças devem ter e como conversar com elas sobre isso:

O que as crianças precisam aprender:

 

 

- Conhecer seu corpo, como fazer pra cuidar dele e quem pode ajudar.

 

- Respeitar seu corpo, respeitar o corpo do outro e saber qual comportamento é certo e errado.

 

- Saber com quem falar se alguma coisa incomodar.

 

- Ter noção de privacidade e vergonha, por exemplo, fechando a porta quando vai ao banheiro.

 

- Saber usar o seu espaço pessoal, respeitar o espaço dos outros.

 

- Entender o conceito “Meu corpo é meu - sou dono do meu corpo”.

 

 

Algumas ideias de dinâmicas

 

Eu gosto quando ...


Mas eu não gosto quando…


Sentados juntos, use a discussão para encorajar as crianças a refletirem sobre
espaço pessoal e toque.

 

Explique que às vezes é bom quando alguém se aproxima ou toca em você, mas às vezes não é legal.

 

Pergunte às crianças se alguma vez elas ficaram preocupadas ou até com medo.

 

Incentive as crianças a pensar e verbalizar o sentimento – pode ser um sentimento de “ô, ô ...”, ou sentir um frio na barriga.

 

Depois que as crianças entenderem a mensagem sobre “toque”, comece a falar sobre “permissão” ou “deixar” tocar em outras pessoas.

 

Por exemplo, um amigo pode ficar feliz com um abraço, mas outra pessoa pode não gostar que você abrace sem pedir antes.


Você pode começar com exemplos como:

- Eu gosto quando meu filho me dá um abraço.

- Não gosto quando alguém senta muito perto de mim no ônibus.


Em conversas em grupo e individuais e durante o jogo, lembre a cada criança, que você, professora, é uma pessoa com quem ela pode falar quando se sentirem chateados, preocupados ou com medo.

 

 

Somos todos únicos!

 


Quando você conversa e brinca junto com a criança, lembre a ela o quanto ela é importante e especial.

 

Fale sobre todas as coisas em que ela é boa, suas características e o que você adora nela.

 

Você também pode fazer a criança refletir sobre o que faz seus irmãos, irmãs, primos ou amigos serem únicos e especiais.


Nos primeiros anos de vida e na escola, as crianças são respeitadas a serem felizes como são, como querem ser.

 

Na escola devemos fazer nosso melhor para tratar todas as crianças igualmente.

 

Em casa, você pode encorajar seus filhos a serem quem eles querem ser, brincar com todos os tipos de brinquedos, vestir-se e fazer o que gostam, compartilhar as tarefas em casa e ajudá-los a aprender a respeitar os outros.

 

Também é muito útil encorajar meninos e meninas a serem amigos quando quiserem, e não falar sobre eles como namorada / namorado.

 


As palavras que usamos

 

 

Use as palavras das partes do corpo mais conhecidas - pênis, vagina, bumbum e mama.

 

É importante fazer isso porque se as crianças sabem as palavras corretas todos podem entender o que falam. É uma questão de segurança.

 

E também, dessa maneira elas aprendem que essas são apenas partes de seus corpos, que não devem ter vergonha delas.

 

Meu corpo é meu!

 

Esta é a grande mensagem que queremos passar para as crianças.

 


As crianças devem aprender que elas escolhem quem toca nelas.

 

Não force as crianças a darem beijos, abraços ou sentar no colo de outras pessoas se elas não quiserem.

 

Fale claramente ao seu filho que se alguém tocar ou tentar tocar suas partes íntimas, ele pode contar pra você, e que nunca ele vai ser culpado disso.

 

No banheiro

 

 

Uma boa oportunidade para incentivar as crianças a pensar sobre o que é privado é quando elas vão ao banheiro ou tomam banho.

 

Além disso ensine a elas a fechar a porta quando forem ao banheiro, tomar banho ou trocar de roupa.

 

A menos que você precise ajudar, as crianças podem começar a fazer mais coisas com independência.

 

 

Aprendendo sobre sentimentos e fazendo escolhas

 


Como você está se sentindo?

 

Em casa, você pode perguntar e falar sobre sentimentos - quando seu filho está animado ou feliz, mas também quando está um pouco preocupado ou inseguro.

 

Uma criança pode saber as palavras corretas para explicar quando sentem alguma coisa, mas você pode ajudá-la a reconhecer como no corpo (ou na barriga), sentimentos bons ou ruins.


Aprender a reconhecer sentimentos e encorajar a conversa ajuda quando a criança é pequena e também quando ela cresce.  


Saber quem são os adultos de confiança

 

Na aprendizagem na escola, ajudamos as crianças a aprenderem sobre todos os diferentes adultos que podem ajudar e apoiar quando estiverem preocupadas com alguma coisa.

 

Fale em casa que você está sempre disponível para seu filho e também ajude- o a reconhecer outros adultos em sua vida que amam e cuidam dele.

 

Fonte: https://rshp.scot/early-level/

folha bullet.png