EU ME PROTEJO

 

Projeto independente, voluntário e gratuito de educação

para prevenção contra a violência sexual infantil.

 

A quarentena em razão da pandemia de coronavírus provocou

um aumento de quase 9% no número de ligações para o canal

que recebe denúncias de violência contra a mulher no Brasil.

 

Embora ainda não haja números nacionais referentes à violência

infantil, o Unicef alerta que ocorreram taxas crescentes de violência e exploração de crianças durante emergências de saúde pública anteriores. 

 

Após o Eca - Estatuto da criança e adolescente, que completa 30 anos, o crime de violência sexual infantil passou a ser uma violação dos direitos humanos. É dever da Família, Sociedade e do Estado, assegurar a criança um desenvolvimento emocional e social saudável em todos os âmbitos.

 

Lançado em março de 2020, o projeto “Eu Me Protejo” já alcançou grande repercussão nos meios de pessoas ligadas à proteção infantil.

 

O site traz uma cartilha ilustrada e linguagem acessível, voltada para crianças de 0 a 8 anos para ser lida pela criança junto com os pais, parentes ou educadores.

 

São listadas uma série de razões para conversar sobre o assunto com as crianças desde cedo e apresentadas estatísticas e outras informações sobre o tema.

 

No vigésimo aniversário do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes, da campanha Faça Bonito, 18/5, apresentamos instrumentos que vão ajudar as crianças a se protegerem contra a violência sexual:

- Versão em Libras da cartilha;

- Canção Eu Me Protejo; e

- Canal direto para encaminhamento de denúncias infantis.

 

Cartilha em Libras – Organizada por Dayane Campos e Viviane Saladino, a cartilha foi interpretada por Ingridy Nazário, que também editou o vídeo, com apoio da Associação dos surdos de São Carlos - SP.

 

Canção Eu Me Protejo – A letra e a música, inspiradas na cartilha, são da cantora e compositora LuD, de Brasília – DF.

 

Canal Direto – Clicando no botão na abertura do site – Aconteceu alguma coisa – Quero contar, a pessoa é encaminhada para um número WhatsApp, para onde pode enviar áudio e vídeo sobre o ocorrido que será recebido pelo grupo de especialistas Eu Me Protejo. Denúncias serão encaminhados para os conselhos tutelares correspondentes.

 

Live, 18/5 – No dia 18/5/2020, dia do Faça Bonito, a organizadora do projeto, Patricia Almeida, realizou  uma live no Facebook https://www.facebook.com/eumeprotejobr/ falando sobre a cartilha e sua aplicação como instrumento educacional para prevenção da violência sexual infantil.

SIMPÓSIO NACIONAL DE FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS - VIRTUAL

Também participamos como convidados do Simpósio Nacional de Fortalecimento de Garantia de Direitos, que este ano ganhou versão virtual em razão da pandemia do coronavírus.

Confira o vídeo:

 


https://www.facabonito.org.br/

Como ensinou o Professor Mario Sergio Cortella
Faça o teu melhor, na condição que você tem, enquanto você não tem condições melhores, para fazer melhor ainda!

Fontes:

https://www.gov.br/mdh/pt-br/assuntos/noticias/2020-2/marco/coronavirus-sobe-o-numero-de-ligacoes-para-canal-de-denuncia-de-violencia-domestica-na-quarentena

 

https://www.unicef.org/brazil/comunicados-de-imprensa/covid-19-criancas-em-risco-aumentado-de-abuso-negligencia-exploracao

 

EUMEPROTEJO.COM – @EUMEPROTEJOBRASIL

EUMEPROTEJOBRASIL@GMAIL.COM - FACEBOOK.COM/EUMEPROTEJOBR/

©Eu Me Protejo 2020
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube